Decálogo de orientação à população: proteja sua saúde mental

Decálogo de orientação à população: proteja sua saúde mental

1 - Não interrompa o seu tratamento sem orientação médica - Não pare de tomar as medicações por conta própria, consulte o seu médico psiquiatra. Em casos de sintomas da Covid-19, atenda às recomendações das autoridades sanitárias e informe sobre os medicamentos em uso.

2 - Isolamento e Quarentena não são férias!

Em caso de sintomas da Covid-19, faça o isolamento e não saia de casa. Para cidades que aderiram à quarentena, aja com responsabilidade, saia apenas para atividades necessárias. Evite locais públicos, como escolas, teatros, cinemas, shoppings, praias, entre outros.

3 - Cuidado com as informações que recebe e compartilha

É normal estar preocupado, mas não compartilhe notícias alarmistas. Informe-se somente por veículos de credibilidade e não acredite em tudo que receber em redes sociais e aplicativos de mensagens.

4 - Organize o seu tempo

O trabalho home office (em casa) pode prejudicar o desempenho laboral. Estabeleça uma rotina diária e separe os afazeres domésticos das atividades do trabalho.

5 - Mantenha atividades prazerosas

Encontre ocupações saudáveis fora dos ambientes de risco e longe de aglomerações. Leia um livro, assista a filmes e séries, brinque com as crianças e animais, mas tudo dentro de casa e jamais em grupos.

6 - Cuide de você

Faça exercícios em casa, alimente-se de forma saudável e cuide de sua higiene pessoal com afinco. Meditação, relaxamento e alongamento também ajudam.

7 - Tente manter a normalidade

Mantenha os horários de sono e refeições, converse com as pessoas do convívio e, se possível, trabalhe de casa. O isolamento é somente físico, você pode continuar a compartilhar a vida com amigos e familiares de forma online.

8 - Cuidado com as Fake News

Muito cuidado com as chamadas Fake News. Atenção ao que recebe, principalmente via aplicativos de mensagens e redes sociais, sempre confira a fonte da informação e não compartilhe se não tiver certeza de que é verdade. Uma dica é jogar o tema no Google e realizar uma busca sobre a informação.

9 - Não se exponha demais às notícias

É normal estar preocupado com a situação no Brasil e no mundo e se manter atualizado, mas se expor demais pode prejudicar sua saúde mental e ser gatilho para transtorno de ansiedade e síndrome de pânico, por exemplo. Escolha um horário do dia e atualize-se com as principais informações e orientações das autoridades.

10 - Atenção para as fontes

Não compartilhe nada que não seja oficial! Busque as informações, de preferência, dos órgãos oficiais, como Anvisa, Ministério da Saúde e Organização Mundial da Saúde - OMS.

 

Fale Conosco